Injeção Eletrônica

O Centro Automotivo Nascimento é uma Oficina Especializada na Manutenção do Sistema de Injeção Eletrônica de Automóveis Nacionais e Importados.
A Injeção eletrônica é um sistema de alimentação de combustível e gerenciamento eletrônico de um motor de um automóvel com motor a combustão.
O sistema de injeção eletrônica contém diversos componentes, o principal deles é a Central, onde ficam gravadas as informações do automóvel e os seus parâmetros de fábrica, ela também realiza os cálculos programados para gerenciar o motor (alimentação e ignição).
Serviços de Injeção Eletrônica com Qualidade e Garantia
– Injeção Eletrônica
– Leitura da Injeção Eletrônica (diagnóstico de precisão)
– Limpeza de Bico
– Limpeza do TBI
– Descarbonização do Motor
– Arrefecimento (troca do aditivo do Radiador)

 

Partes Automotivas injeção eletrônica

Bomba de combustível
Aspira o combustível do tanque, fornecendo-o sob pressão ao tubo distribuidor onde estão as válvulas de injeção.Sua vida útil depende de verificações periódicas do filtro e pré-filtro de combustível, inspeções quanto a impurezas no tanque, além da qualidade do combustível.

Pré-filtro de combustível
Filtra o combustível antes da passagem pela bomba, retendo impurezas do combustível e do tanque do veículo. Recomenda-se a substituição preventiva a cada 30.000 km e obrigatória na troca da bomba de combustível.

Filtro de combustível
Conectado após a bomba elétrica, retém impurezas contidas no combustível. Recomenda-se a troca preventiva a cada 20.000 km, para assegurar o perfeito funcionamento do sistema.

Regulador de pressão
Mantém a pressão ideal em todo o circuito de combustível em diversos regimes de funcionamento do motor. Deve ser testado periodicamente e substituído, caso esteja comprometendo a pressão de trabalho da linha de combustível.

Válvulas de Injeção
Pulverizam o combustível antes da válvula de admissão do motor, garantindo a mistura ar-combustível ideal. Verificações periódicas nestes componentes asseguram características fundamentais de funcionamento durante toda sua vida útil, como: correto ângulo(leque) de injeção, dosagem adequada do combustível e perfeita estanqueidade do sistema.

bobina plástica
De última tecnologia e projetada para elevado rendimento, gera a alta tensão necessária de faíscas na vela de ignição

Cabos de Ignição
Construídos com capa de silicone ou EPDM para um perfeito isolamento, garantem que a alta tensão seja conduzida para as velas de ignição sem fugas de corrente.

Vela de Ignição
Produz a faísca que gera a queima de mistura ar-combustível, além de dissipar o excesso de calor produzido na câmara durante a combustão. Vital para o funcionamento do motor, deve ser trocada conforme recomendação do fabricante em função das características de construção de cada tipo de vela.

Sonda Lambda
Gera um sinal elétrico para a unidade de comando variar a quantidade de combustível injetado, formando a mistura ar-combustível ideal e reduzindo os gases poluentes. Danos prematuros podem ocorrer por falta de manutenção no sistema de ignição e injeção, misturas irregulares ou óleo na câmara de combustão.

Medidor de Massa de Ar
É um sensor que mede a massa de ar aspirada pelo motor e envia esta informação para a unidade de comando do sistema de injeção eletrônica o que ajuda a determinar o volume de combustível a ser injetado.

Corpo de borboleta ou acelerador eletrônico

Através do pedal do acelerador, o condutor controla as rotações e a velocidade do veiculo. O sistema de injeção junto com o acelerador eletrônico, busca sempre as melhores condições de direção.

Unidade de comando
É o cérebro do sistema. Ele recebe sinais dos sensores e determina o volume de combustível para as diferentes condições de funcionamento do motor.

Sensor de temperatura do motor
Mede a temperatura do motor através do liquido de arrefecimento e gera um sinal elétrico para a unidade de comando, influenciando a formação da mistura ar-combustível. Para um bom funcionamento, recomenda-se limpeza periódica do sistema de arrefecimento, uso de aditivo e verificação da válvula termostática.

Sensor de Rotação
Sensor de importância vital para o sistema de injeção, tem como função gerar o sinal de rotação do motor, além de informar à unidade de comando a referência para o ponto morto superior(PMS) do primeiro cilindro.

Sensor de Detonação
Pertence ao sistema de ignição e sua função é ajustar o ponto de ignição as diferentes condições de funcionamento do motor, sempre buscando o melhor rendimento com mais economia de combustível.

Filtro de Ar
Fabricado em papel resistente aos elementos presentes no ar, como partículas em suspensão, pó, água, resíduos de combustão e partículas metálicas. Um filtro de ar em bom estado oferece maior eficiência de filtragem, assegurando perfeito rendimento e longa vida útil às partes móveis do motor.

Bateria
É o coração do sistema elétrico. Sua função é fornecer corrente para todo o veículo. A qualidade Bosch garante mais potência de arranque, segurança no fornecimento de corrente em diferentes condições de funcionamento e longa vida útil.

Faça um orçamento agora mesmo. Saiba Mais

Injeção Eletrônica